Como congelar alimentos corretamente

Como congelar alimentos corretamente? A maioria das pessoas se preocupam com o cozimento correto do alimento, para evitar propagação de bactérias nocivas que causam intoxicação alimentar. Mas quase ninguém lembra que o congelamento correto do alimento é tão importanto quanto. Já explicamos aqui no site como descongelar alimentos para evitar que estraguem. Neste post falaremos um pouco sobre o congelamento.

O que posso congelar?

Você pode congelar a maioria dos alimentos e comidas. Existem exceções como, por exemplo, ovos na casca ou alimentos enlatados fechados (após aberto pode).

Também existem alimentos que ficam estranhos quando congelados, por isso seu congelamento não é recomendado. Um bom exemplo é a maionese, que fica com textura modificada, perdendo sua cremosidade e sabor.

Mas alimentos como frutas, vegetais branqueados (ou não), carnes cruas e cozidas, manteiga e biscoitos, em sua maioria podem ser congelados.

O congelamento mata bactérias? É uma maneira segura de armazenar?

O congelamento não mata micróbios que possam estar no alimento, mas ele inativa qualquer bactérias, levedura ou parasita que possam estar presentes. Por isso é uma ótima maneira de conservar o alimento por longos períodos, mantendo-o à temperatura de -18°C ou menor.

É aí que entra a importância do processo de descongelamento. Pois ao descongelar estes micróbios voltam a ficar ativos e começam a se multiplicar, como em qualquer outro alimento fresco perecível. Dependendo da quantidade de micróbios presentes, a pessoa pode ter intoxicação alimentar!

Existem alguns parasitas que podem morrer no congelamento. Um exemplo é o Trichinella spiralis, mais conhecido como Triquina. Ele é resposável pela infecção triquinose, e pode estar presente na carne de porco. As larvas podem ser eliminadas no congelamento a -20°C ou pelo cozimento. Sendo que o cozimento é uma forma mais segura de matá-las.

Como congelar alimentos corretamente?

Embalagem: Como explicamos no post da queimadura do freezer, é muito importante embalar muito bem o alimento, para evitar que ocorra essa queimadura. Principalmente se você pretente guardar o alimento por longos períodos. Escolha embalagens que não sejam permeáveis como papel alumínio e recipiente hermético.

Você até pode congelar na embalagem original, mas é importante que não seja permeável e nem esteja com rasgo ou furo. Nunca lave carnes e aves antes de congelar!

Tempo: Congele o alimento o mais rápido possível, isso ajuda a manter a qualidade pois impede a formação de cristais de gelo no produto. Esses cristais podem causar a perda de suculência de carnes no descongelamento, ou ainda deixar cremes (e outros produtos com leite) com aparência de coalhada.

O tempo ideal para o congelamento é de 2 horas (alimentos com 5 cm de espessura). Isso quer dizer que a comida deve estar congelada dentro de duas horas. Sempre faça pequenas porções para congelar rápido. Evite empilhar potes quando colocar no freezer pois isso prejudica o congelamento do alimento. Somente depois que tiver congelado, pode colocar um em cima do outro.

Nunca coloque o alimento muito quente no freezer, senão ele pode descongelar alimentos ao redor. Deixe esfriar um pouco antes de guardar.

Como congelar alimentos corretamente
Dicas para congelar alimentos corretamente

O congelamento vai manter o alimento seguro para comer quase indefinidamente, desde que seja mantida a temperatura recomendada de -18°C ou menor. Se ficar na dúvida da temperatura, utilize termômetro para o freezer.

Você pode determinar a qualidade do alimento após o descongelamento. Se estiver estragado pode desenvolver odor rançoso, azedo ou algo estranho que não tinha antes. Notando algo errado, não coma nem prove, descarte.

O que fazer para manter a frescura e qualidade ao congelar alimentos?

Alimentos congelados ainda frescos ficam com sabor melhor ao serem descongelados, quando comparados com alimentos congelados perto do vencimento. O congelamento não destrói os nutrientes. Somente na carne de boi e aves, pode ocorrer um pouco de perda de nutrientes.

Outro detalhe importante são as enzimas presentes em frutas, vegetais e carnes. Essas enzimas continuam reagindo mesmo após a colheita e promovem, por exemplo, o amadurecimento das frutas. O processo de congelamento não pára a ação dessas enzimas, ele apenas retarda o processo.

Nas carnes elas não causam nenhum prejuízo, e nas frutas congeladas são neutralizadas pelos ácidos. O problema é com legumes e vegetais congelados. Eles precisam ser cozidos rápida e parcialmente, para evitar que estraguem quando congelados. Esse é o processo de branqueamento, que muitas pessoas já utilizam para manter a frescura dos vegetais.

Normalmente o branqueamento é feito colocando o legume na água fervente. Aguarde até ela voltar a ferver, quando ferver retire o alimento e jogue no pote com água e gelo. Deixe por 2 minutos. Retire, escorra e embale, depois coloque no freezer.

Existem variações deste tempo de fervura, de acordo com o tipo de legume.

É normal ocorrerem alterações de cor em alimentos congelados. A carne vermelha pode ficar um pouco escura, isso é causado pela falta de oxigênio, ou queimadura do freezer ou porque ficou guardada muito tempo. Ossos de aves também podem escurecer.

Posso recongelar o alimento?

Se você descongelar o alimento na geladeira sem tirar para temperatura ambiente, é seguro voltá-la para o freezer. Mas o alimento perderá um pouco da qualidade, devido à perda de umidade pelo descongelamento.

Você também pode recongelar o alimento cru que estava congelado, desde que ele tenha sido preparado (cozido de alguma maneira). É seguro congelar o alimento após preparado. Sobras de comida normalmente podem ser congeladas em até três a quatro dias de geladeira.

Nunca recongele alimento deixado na temperatura ambiente por mais de duas horas; ou uma hora se onde você mora a temperatura for maior que 32°C.

Se você comprou carne de boi, ave ou peixe congelados, pode colocar no freezer quando chegar em casa. Desde que não tenha sido esquecido na temperatura ambiente.

Deixe um Comentário