Como armazenar creme de brócolis

Como armazenar creme de brócolis feito em casa ou enlatado? Pode ficar em temperatura ambiente ou deve ser sempre refrigerado? Será que posso congelar para durar mais tempo? A seguir falaremos as melhores formas de guardar creme de brócolis para não estragar tão rápido.

Como armazenar creme de brócolis

O creme de brócolis feito em casa deve ficar o tempo todo refrigerado, não deixe mais do que duas horas na temperatura ambiente. Se você mora em local com temperatura acima de 30°C, não deixe mais do que uma hora.

Coloque em recipiente com tampa na geladeira, o creme de brócolis caseiro vai durar três a quatro dias.

Se for o creme de brócolis em lata e estiver fechado ele pode ficar na despensa, temperatura ambiente, local fresco e seco por até cinco anos sem ficar ruim.

Como armazenar creme de brócolis feito em casa e enlatado
Como armazenar creme de brócolis feito em casa e enlatado

Se o creme em lata já foi aberto e você não comeu tudo, é importante tirar da lata e passar para um pote com tampa. Guarde o creme na geladeira, ele vai durar até quatro dias sem ficar ruim.

Pode congelar creme de brócolis?

Quem não for comer dentro deste tempo pode congelar o creme de brócolis. Mas lembre-se que não ficará tão saborosa quanto o creme fresco.

Você pode congelar tanto o creme caseiro quanto o enlatado. Coloque em recipiente hermético e guarde no freezer. No freezer ele vai durar até seis meses sem ficar ruim, desde que não ocorra mudança de temperatura.

Quando for aquecer mexa sem parar para o creme não talhar. Você pode descongelar deixando na geladeira de um dia para o outro, assim ele vai durar mais uns três dias. Caso use o aquecimento para descongelar coma tudo, se não comer descarte.

Como saber que estragou?

O creme de brócolis ruim pode ficar com aspecto estranho e ter o cheiro modificado. Verifique antes de comer, notando algo errado ou mofo, não coma de jeito nenhum. Se a lata estiver vazando, enferrujada ou amassada também não coma que o perigo é grande de conter bactérias.

Deixe um Comentário